15 de Outubro – Dia do Professor

UmaProfessoraMuitoMaluquinha03_11_09

Origem da data

No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Teresa de Ávila), Pedro I, Imperador do Brasil baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A ideia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima – caso tivesse sido cumprida.

Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia efetivamente dedicado ao professor.

Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como “Caetaninho”. O longo período letivo do segundo semestre ia de 1 de junho a 15 de dezembro, com apenas dez dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.

O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, Piracicaba, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. A sugestão foi aceita e a comemoração teve presença maciça – inclusive dos pais. O discurso do professor Becker, além de ratificar a idéia de se manter na data um encontro anual, ficou famoso pela frase ” Professor é profissão. Educador é missão”. Com a participação dos professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a idéia estava lançada.

A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: “Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias”.

Valorização Profissional

Não é apenas um dia que fará diferença, ainda estamos caminhando nessa trajetória em busca da valorização profissional. Os professores necessitam do respeito da sociedade e melhores condições de trabalho, pois estes são a forma mais poderosa de desenvolvimento humano. São os heróis do dia-a-dia, não desistem mesmo com as mais complexas adversidades, eles tem o poder de mudar o mundo.

Os professores abrem nossos olhos para o mundo, eles nos transmitem curiosidade e confiança, nos ensinam a fazer perguntas, pesquisar e criticar. São os guardiães de nosso legado social. Temos muitos heróis atualmente – esportistas, cantores, personalidades da mídia. Eles surgem, têm seus quinze minutos de fama, e se vão, mas a influência de um bom professor fica conosco. São eles as pessoas que realmente mudam nossa vida. Valorize o bom professor!